Museu Antropológico Diretor Pestana



Museu Antropológico Diretor Pestana

O Museu Antropológico Diretor Pestana, mantido pela Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação do Noroeste do Estado – Fidene, foi criado em 25 de maio de 1961, junto ao Centro de Estudos e Pesquisas Sociais da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ijuí – FAFI com o objetivo de resgatar e preservar a memória regional, promover a cultura, a educação e o lazer.

Constituir-se em “síntese da evolução da região pela mão do nosso homem...” era segundo seus fundadores, o objetivo a ser perseguido. Buscando concretizar este objetivo o Museu preserva tanto documentos textuais / bibliográficos e iconográficos como museais permitindo assim, o resgate e preservação da memória de forma globalizada e, a disponibilização do acervo aos pesquisadores.

Instalado inicialmente, em prédio alugado possui hoje, sede própria, com área de 1.618 m² climatizada oferecendo as condições ideais para conservação do acervo constituído por mais de 29 mil peças museais. Este acervo é disponibilizado através das exposições permanente e temporárias e outras atividades educativo-culturais.

O Museu tem seu acervo constituído por documentos museais, textuais/bibliográficos e iconográficos ordenados nas Divisões de: Museologia; Documentação e Imagem e Som. Complementam ainda, a estrutura duas outras divisões, implantadas parcialmente, a de Educação e Divulgação e Laboratórios.

O acervo do Museu foi e continua sendo constituído por doações e, obedece a seguinte organização:

1. Divisão de Museologia tem por objetivo arquivar e preservar o acervo em peças comporta as seções de: arqueologia, antropologia, numismática e filatelia e artes visuais. Aproximadamente, trinta mil peças constituem esta divisão.

2. Divisão de Documentação objetiva a guarda e preservação da documentação referente à: Fidene; ao município de Ijuí; outros

municípios do Rio Grande do Sul; cooperativismo; sindicalismo e grupos indígenas Kaingang, Guarani e Xetá. Complementa ainda,

a divisão, a hemeroteca com 24 títulos, sendo que o Correio Serrano e Die Serra Post estão microfilmados e digitalizados.

3. Divisão de Imagem e Som constituída por documentação envolvendo os assuntos da divisão anterior, mas tendo como suporte a fotografia, discos, fitas cassete, filmes e vídeos. Com relação à fotografia o Museu possui importante e significativo acervo, composto por mais de cem mil imagens, resultantes do trabalho de vários fotógrafos.


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • Contato (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.