Ijuienses participam da Conferência Nacional de Saúde, em Brasília



Ijuienses participam da Conferência Nacional de Saúde, em Brasília


Aconteceu em Brasília (DF), entre os dias 4 e 7 de agosto de 2019, a 16ª Conferência Nacional de Saúde, com o tema “Democracia e Saúde”. Dentre os 144 delegados do Rio Grande do Sul, Ijuí teve três integrantes: a secretária adjunta Andreia Amorim, representando os gestores; a presidente do Conselho Municipal de Saúde (Comus), Luciane Antes, em nome dos trabalhadores; e a ex-vereadora Rosane Simon, que representou os usuários. Cada uma esteve inserida em um dos eixos de discussão propostos pelo evento. Coube a Rosane o eixo 1, Saúde como Direito, a Luciane o eixo 2, Consolidação do SUS, e a Andréia o eixo 3, Finaciamento Adequado do SUS. A conferência contou com 5457 participantes, sendo 3016 delegados eleitos nas mais de três mil conferências municipais preparatórias realizadas em todo o país.

A iniciativa, que tem organização do Conselho Nacional de Saúde e realização do Ministério da Saúde, tem por objetivo propor melhorias ao Sistema Único de Saúde. De acordo com Luciane Antes, as discussões resultaram na elaboração de um relatório final com 31 diretrizes e 329 propostas, oriundas de todos os estados brasileiros, além da aprovação de 56 moções, documentos que devem nortear as ações do SUS até 2023. “Os mais de cinco mil inscritos no evento mais participativo do país escreveram mais um capítulo na história da saúde pública brasileira”, comemora a presidente do Comus.

Luciane explica que uma das principais questões debatidas foi a participação dos mais diversos setores da sociedade na garantia do direito constitucional de acesso à assistência, insumos e serviços. “Defendemos e saímos vencedoras em nossas proposições”, relata. As questões evidenciadas pelo município de Ijuí foram: a saúde como direito de cidadania e dever do Estado; a promoção da saúde e da qualidade de vida; a valorização e a qualificação dos trabalhadores do SUS; o fortalecimento do controle social; politicas que garantam a proteção à saúde dos trabalhadores; luta contra violência; garantia de uma previdência pública de qualidade; luta antimanicomial; e atenção primária/básica à saúde. 


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • Contato (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.